quarta-feira, 26 de setembro de 2007

(UNI) VERSO

Desfio e uno o verso
em versos outros.
Conheço o anverso
pelo avesso...

14 comentários:

Gustavo Chaves disse...

lindo, adorei a metalinguagem utilizada!

ACANTHA disse...

Você é sempre tão gentil nos comentários, GUSTAVO!!! Gosto muito de você, menino...

Moacy Cirne disse...

O avesso do avesso do avesso: o fio desfiado pelo avesso / o universo do verso. Beijos.

ACANTHA disse...

Ou o inverso adverso, MOACY querido..

Fernanda Passos disse...

O avesso do avesso é o lado certo. ou n? rsrsrs.
Lindo, como sempre.
bj.

Jens disse...

Florzinha:
Tico e Teco entraram em pânico. Ainda estão processando a informação...

ACANTHA disse...

Ou o reverso, FERNANDA...

ACANTHA disse...

Algo diverso do esperado, JENS??

Jens disse...

Hehehe... Meu cérebro virou do avesso. Acontece.

Acantha disse...

Que desconexo, JENS...

adelaide amorim disse...

o verso como avesso do universo - o avesso da realidade? do que reflete, do que vira poema? gosto de teus poemas, Acantha.
beijo!

ACANTHA disse...

Não me encabule, ADELAIDE querida...

Fernanda Passos disse...

respondi pra vc lá no prosa, mas agora que li tua resposta pro meu comentário, nem sei mais......
rsrsrsrs.
bjssssssssssssssss

ACANTHA disse...

Também é bom não saber FERNANDA...