terça-feira, 20 de novembro de 2007

JOGO

Mostro o rosto meio borrado
um certo gosto de gim
fim de festa, alguma tara
nenhum dom, fúria incontida
paixão vulgar, rumor escasso
batom na coxa, dente no ventre
Resisto -
leviana como sempre.

14 comentários:

sandrusca disse...

"batom na coxa", humm...achei isso tão sensual.
Beijos,
sandra camurça.

acantha disse...

SANDRUSCA???? Adorei maninha.. Causdiqueéassimquetechamuuai...

Natália Nunes disse...

É, final de festa tem mesmo essa cara.

acantha disse...

Meio borrada, NATÁLIA??

Moacy Cirne disse...

Oi, tem surpresa pra você no Balaio. Mas não é o seu "rosto meio borrado" não. Um beijo.

acantha disse...

Ah.. aquilo é fim de festa, MOACY querido.
Estar no BALAIO é sempre black tie!

Romário Gomes disse...

Para vc, Acantha: Recolho cacos/ incompletudes/ e utopias.../ Penso abstrato/ Contorno rios/ e mares/ Reflito Josés/ Tangirinos/ e Joões/ Busco silêncios/ e solidões/ Leio balaios/ e (a)cant(h)ares...
Um abraço...

acantha disse...

QUE COISA LINDA, ROMÁRIO!!!
Só comprova a excelência na escolha do seu nome para a Antologia da Câmara Brasileira de Jovens Escritores e me envaidece muito!
Obrigada!!

Erika disse...

uau... e tudo acaba em ressaca?

beijos

Paulo Bono disse...

Como sempre
Leviana incontida
O rosto, alguma tara
Certo gosto de batom vulgar
gin na coxa
Mostro o ventre
E fim de festa

abraço, Acantha

acantha disse...

Com ou sem álcool, ERIKA...

acantha disse...

"Dente no ventre,
rumor e gim
paixão no rosto
tara incontida
leviana e escassa,
resisto -
rosto borrado
em festa vulgar", PAULO..

Ane Brasil disse...

O melhor da festa, ás vezes, é o final dela.
Melhor leviana do que pesada de vontades insatisfeitas!
Sorte e saúde pra todos!

acantha disse...

Também acho, ANE... Bem melhor leve e leviana...