segunda-feira, 25 de junho de 2007

PERFIL

a
b
a
j
u
r.
absinto. água-marinha. bichos.berilo. bocas. cair da noite. calma incoerente. citrinos. choro aos gritos. demências. descompassos. distância. dormências. edredom. espelho. falo. fim dos dias. gelo. glosa. grenadine. homem. ilações. infinitos. jardins. laços. lagos. livros. luares cansados. lugares. medo. menta. montanhas. nácar. nadir. neblina. olhares. partidas. pedras. perfumes solenes. piano. sangue. sax. sedução. sexo. solidão. talismã. tulipas. utopias manchadas. vazios. vento. verdes.
z
ê
n
i
t
e.

12 comentários:

Jens disse...

"Luares cansados"; "Utopias manchadas".
Adoro o que você escreve.

Francisco Sobreira disse...

Acantha,
Venho do blogue do amigo Moacy, onde vi o seu poema que me agradou.Não sou contra poemas longos (a não ser que sejam ruins), mas a minha preferência é por aqueles que dizem tudo em poucos versos. Como o seu. Um abraço.

ACANTHA disse...

Adoro o quanto você me elogia, JENS!!

ACANTHA disse...

Ah, FRANCISCO... Quanta gentileza! Venha sempre me visitar!!

sandra camurça disse...

Também adoro o que você escreve.
Beijão, Dona Moça.

R.C disse...

Fantastica a construcao, Acantha, invejavel!

bjx

RF

Acantha disse...

Você é suspeita SANDRA: só elogia... Beijo, linda. Obrigada!

Acantha disse...

Que doce, ROY... Obrigadíssima!!!

Moacy Cirne disse...

Curiosamente original. Um perfil como poucos: ora solar, ora neblinante. Gostei. De verdade, com seus "perfumes solenes". Um abraço.

Carol "Mozão" Mendes (discípula de Bocage) disse...

Olá, Acantha;
no seu poema
às vezes a vida zunindo, às vezes, sibilante, quente; esse alternar de sons e sensações, e as imagens passando cinematograficamente, se construindo, pondo-se para formar uma vivência...puxa! que lindo! gostei bastante; como se escorresse.

Beijo grande

Acantha disse...

Adorável o comentário, MOACY. Típico de você. Obrigada!!

Acantha disse...

Você escreve muito bem CAROL. Além de ser linda!!! Obrigada e venha sempre!