terça-feira, 21 de agosto de 2007

ELA

uma mulher densa, quase tensa.
uma mulher quase.
quase doce,

quase isenta,
quase ela.
possuidora de agudezas precipitadas,
mais do que comportam seus parcos metro e pouco.
culta, calma e calada,

quando não provocada.
capaz de fúrias insensatas e perdões absolutos.
uma observadora distraída,
do seu tempo, atemporal.
qualquer idade lhe cabe.
solitária. voraz. preguiçosa.
sem grandes pudores, ou grandes penas.

nem grandes temas.
uma mulher quase
quase linda,
quase tímida.
quase terna.

tonta.

19 comentários:

Moacy Cirne disse...

Há qualquer coisa de tímido e terno, ou quase, em sua poesia - que não é preguiçosa, que não é precipitada. Mas talvez seja tonta (no bom sentido, decerto). Um beijo.

R.C disse...

Pois, Acantha, "quase" se compara ao meu "semi" rs. Da minha parte, so penso que voce eh. Eh o que quer ser, acima de tudo. Lindos versos.

bjx

RF

Acantha disse...

Quase, MOACY querido....

Acantha disse...

Lindo comentário, ROY...

Francisco Sobreira disse...

Desta vez você fez um poema mais longo, provando que sabe fazê-los e atrair o leitor, seja qual for a extensão. Um beijo, Acantha.

Dora disse...

Que perfil mais adorável! ELA é uma mulher e tanto...E das raras. E colhida nas "boas safras".
Amei!!!!!!!
Meu beijo.
Dora

Gustavo Chaves disse...

Poxa, saudades também, e essa mulher apesar de tonta lúcida e forte? seria uma poesia descontrolada escrita por você?
abraços, e tow com novo blog, vou manter os dois, são propostas diferentes, quaquer coisa, dá uma passada lá pelo novo, o endereço é o que eu tow assinando!!

ACANTHA disse...

E você, comprovando que sabe conquistar blogueiras, com seus comentários, FRANCISCO...

ACANTHA disse...

Adorável é você com seus elogios DORA!!! Obrigada!

ACANTHA disse...

Quase isso, GUSTAVO... Eu passo para um chá, me aguarde..

sandra camurça disse...

Ei, moça, "ELA" sou eu. Grata pela homenagem, querida!
Um beijo.

ACANTHA disse...

Embora eu pense que você mereça muito mais, SANDRA!!!

Jens disse...

Meus Deus, que coisa bonita. Bonita, bonita e bonita. Dá vontade de chorar
(porra, não sei porque. Eu não sou mhulher).
Um beijo.

ACANTHA disse...

Descobri agora que "só" mulheres choram, JENS...

Jens disse...

Florzinha:
Eu também choro (e muito). Sabe aquelas cenas nos filmes em feitas especialmente para emocionar? Pois é, me emociono em todas, fico com os olhos marejados.
No caso do teu poema que fala de uma mulher, julguei que poderia me manter mais distante. Mas não consegui. Sou todo coração.
(Acho que não expliquei muito bem, mas é isto aí. Por enquanto).
Beijo.

Acantha disse...

Explicou sim, JENS.. Adoro sua sensibilidade, você sabe disso..

Jens disse...

uma mulher que faz de conta
encanta
dissimula
e seduz.

ACANTHA disse...

Ah, JENS... ELA sou eu??

Jens disse...

Adivinha?