sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

SOMBRAS

Invento agora este vulto
que entrego em vãos,
traço caos,
fixo a dor,
escondo silêncios
e abismos incontroláveis,
longos atos, cálidos sons.
Irresoluta, divago
pensamentos perecíveis
em seres obliterados.

24 comentários:

Moacy Cirne disse...

ESCONDER OS SILÊNCIOS, com voz clara: as sombras penumbras e os abismos incontroláveis da poesia como sentimento, cálidas sonoridades da arte literária. Um beijo.

Gustavo Chaves disse...

passo um tempo sem publicar e o blog já é colocado como LUCAS... que é isso, tow com ciúmes!
brincadeira não viu?!
huahauhauhuahua
saudadesssssssssssss
PS. Adorei o poema!

Fernanda Passos disse...

Fixar a DOR e esconder SILÊNCIOS. Não sei muito bem porque isso ocorre, mas a melancolia é um grande alimento p alma de um poeta.

beijo grande.

mande seu email p mim?

acantha disse...

Comentários que são verdadeiros poemas, os seus, MOACY querido!

acantha disse...

GUSTAVO?!!! Há um GUSTAVO e um LUCAS... Ciúmes desnecessários. Amo os dois. Bom que tenha voltado, lindo!!

acantha disse...

Não saberia responder FERNANDA.. No meu caso,
especificamente, não sou poeta... Nem melancólica...
Meu e-mail é acantha.sirte@gmail.com

sandra camurça disse...

Eita, Menina, belobelo!

Beijão.

Francisco Sobreira disse...

Cara Acantha
Após quase 10 dias em silêncio, você reaparece com mais um poema para nos dar prazer e ensejar reflexões. Beijo afetuoso.

Lado B disse...

aquela sombra....aquela sombra

ACANTHA disse...

Você é suspeita, SANDRA!

acantha disse...

A gentileza dos seus comentários sempre me encanta, FRANCISCO querido!

acantha disse...

Luz... Luzes... Sombra.. Sombrear.. Obrigada por vir, "B" querida!

Flávio disse...

Hoje, é só pra dizer: Feliz Natal! Mas o poema tá lindo... :)

Acantha disse...

Obrigada e igualmente, FLÁVIO!!!

ro druhens disse...

Sempre acho bonito. Beijo

ro disse...

Eu hein, só vejo coração...beijo

acantha disse...

Sempre me admiro por isso, RO..

acantha disse...

Sonhos ou abismos, RO?

Vieira Calado disse...

Olá!
Venho desejar-lhe um Ntal Feliz, em paz e harmonia.
Bem haja.

adelaide amorim disse...

Poesia e música, música da poesia... Muito bonito, Acantha.
Beijos e um Natal excepcional pra você.

Paulo Bono disse...

ando nas sombras esses dias, acantha. Eu disse sombras, e não sombra, porque o sol tá de lascar aqui em Salvador.

abraço, essa menina

acantha disse...

Igualmente, VIEIRA querido!!!

acantha disse...

Uma vida excepcional para você, querida, muito querida ADELAIDE!!

acantha disse...

Aqui nem não é Salvador e tá que tá, PAULO...