quarta-feira, 25 de julho de 2007

QUERERES

Sigo tua letra em minha carne
riscando lentamente
histórias de desejo e desespero
abandono e sedução..

12 comentários:

Jens disse...

Puxa vida... Bonito, bonito e bonito.

sandra camurça disse...

Acantha, você é barroca, minha amiga. E isso é um elogio.
Beijos.

Moacy Cirne disse...

Um de seus melhores poemas. Muito bom. Abraços.

ACANTHA disse...

Exagerado, exagerado, exagerado, JENS!!

ACANTHA disse...

Quem me dera, SANDRA.. Quem me dera..

ACANTHA disse...

Gentilíssimo, MOACY... Obrigada (mas como quase todos que escrevem, não gosto de nada do que escrevo..)

Moacy Cirne disse...

Quereres no Balaio. Tudo bem? Um beijo.

ACANTHA disse...

Que honra, MOACY querido!!! Muito obrigada!!!

sandra camurça disse...

Vi você no Balaio! Vi você no Balaio! Menina porreta!
Beijos.

Acantha disse...

Claro que me viu! Você não sai de lá!!!! Merecidamente, SANDRA: você é ótima!!!

Jens disse...

Também vi! Também vi! Legal.

Acantha disse...

Claro que viu, JENS... Você está lá!!!